Garrafeira “Tertúlia do vinho”
One live. Drink it well!

Sentindo a premência da criação dum espaço do género em Viana do Castelo e partilhando da ideia que “existe mais filosofia numa garrafa de vinho do que em todos os livros”, o jovem casal portuense Rui Sousa e Ana Magalhães fundou, em 2006, a garrafeira Tertúlia do Vinho, que se dedica também à venda de produtos gourmet. No início, funcionou em apenas 37 m2 na Rua Mateus Barbosa mas, desde Março, está melhor instalada no centro da capital minhota.

Reportagem: Patrick Neves

Nas imiscuídas e embrenhadas artérias do coração histórico vianense, a escassos metros da igreja matriz e numas das ruas que desce em direcção à marginal ribeirinha, a Tertúlia do Vinho fica no rés-do-chão dum antigo prédio, recuperado, onde terá laborado Aurora Lima. As cuidadas e surpreendentes montras, emolduradas a granito, permitem a visibilidade total do interior, dividido em dois patamares de fácil acesso, no qual avultam alguns pormenores decorativos que aliam tradição à modernidade e peças de design criadas pelos proprietários, principalmente de mobiliário. Esta vertente prende-se com o facto de ambos serem formados em Design, Ana Magalhães é especializada em Interiores e Rui Sousa licenciado em Equipamentos, e o gosto revela-se no cuidado com o vitrinismo e na disposição e funcionalidade dos produtos e objectos que tornam a loja prática, acolhedora e apelativa. Do lado esquerdo, a garrafeira integra cerca de 200 referências, principalmente de pequenos produtores, e destaca vinhos nacionais com preços dos 3 a 5 euros, com especial ênfase nos verdes. À direita, o balcão com wine bar, 6 mesas com cadeiras sob um tapete, um aparador com os vinhos abertos à disposição para prova e uma parede negra que permite escrever a giz, incitam à imaginação, ao lazer e à experimentação que, aqui, é incentivada. “O cliente pode degustar o vinho acompanhando um petisco e o espaço foi criado com o duplo objectivo de ir de encontro ao crescente número de apreciadores de vinhos e produtos gourmet na região e tentando colmatar a falta deste tipo de lojas em Viana”, conta Rui Sousa.

Viana do Castelo rendida aos vinhos e produtos gourmet
Enchidos de qualidade, queijos DOP, massas especiais, patés, conservas, compotas, azeites aromatizados e bolos de fabrico tradicional são produtos com os quais os nortenhos estão familiarizados mas, a Tertúlia do Vinho vem, de certo modo, colmatar a lacuna existente na cidade de Viana do Castelo relativamente à centralização deste tipo de oferta. Sob o lema “One life! Drink it well,” propõe uma selecção variada de vinhos nacionais de todas as regiões, e alguns estrangeiros (a pedido dos clientes), principalmente de pequenos produtores mas também das principais marcas vendidas, sendo o principal critério a relação preço/qualidade.
Na doçaria evidenciam-se os rebuçados de ovo de Portalegre, o Pão de Ló de Margaride, os biscoitos de fabrico artesanal e as compotas tradicionais Coisas da Quinta (duma produtora de Arcos de Valdevez) e, aos sábados, a Broa de milho certificada (da mesma localidade) e o Pão de especiarias fazem as delícias acompanhando as conservas Pinhais, os enchidos de porco bísaro da Quinta de Folga (Melgaço) e os atraentes azeites Quinta de São Vicente, de Ferreira do Alentejo. “Estamos ainda a criar condições para incluir venda de vinhos franceses, argentinos e queijos portugueses, designadamente de Serpa, Nisa e Serra da Estrela, bem como de acessórios de vinho”, adverte Rui Sousa, chamando ainda a atenção para os vinhos do Porto, os licores, a ginja de Óbidos, servida em copos de chocolate, e as aguardentes, muito apreciadas pelo povo espanhol.

Conversas à volta do vinho e franchising na Dinamarca
Outra das propostas da loja são as Conversas à volta do vinho realizadas de Junho a Setembro, todas as sextas-feiras, a partir das 21 horas. “Na nossa opinião as pessoas não devem estar presas a uma marca ou a uma região e por isso, aqui, incentivarmo-las, a experimentar”, afirma Ana Magalhães. “Desde o início que promovemos estas sessões e a ideia era que os clientes se entregassem aos sentidos e escrevessem as suas impressões acerca dos vinhos apresentados. Posteriormente, estas seriam compiladas em formato de livro e enviadas aos participantes mas tal tornou-se inviável até porque a primeira acção incluiu um grupo de portugueses, belgas, alemães e colombianos”.
Questionada acerca dum possível franchising em Portugal Ana Magalhães foi esmagadora: “Sentimos que em Portugal já existem marcas suficientes de lojas gourmet pelo que se apostarmos numa nova loja será na Dinamarca mas, por enquanto, está tudo ainda muito no ar”.

Contactos:
Morada: Rua A Aurora do Lima, 77 o 4900-550 Viana do Castelo
Tel: 258838240
Email: geral@tertuliadovinho.com.pt
Site: http://www.tertuliadovinho.com.pt
Horário: 3ª a 5ª das 10 às 13 e das 15 às 19 h – 6ª e Sáb. das 10 às 13 e das 15 às 22 h
Encerra: Domingo e Segunda (excepto entre Julho e Setembro)