Vinhos modernos e alegres na procura do prazer

É a arte da criação e a união entre o clima, o terreno e as castas que originam num vinho, uma palete de aromas e sabores expressivos e um carácter personalizado. Ao disfrutar um vinho, estes elementos provocam um equilibrio de sensação, de satisfação e alegria, que são o fruto da harmonia entre as pessoas e uma terra generosa que lhe deu origem. Reflexo de gostos e fragâncias que trazem algo de agradável ao panorama vinícola, escolhemos dois vinhos que proporcionaram momentos de agrado e satisação: Quinta da Alorna, vinho branco 2008 Arinto/chardonnay reserva vinho regional ribatejano da sociedade agrícola alorna, s.a. e o quinta de carapeços, vinho verde rosé espadeiro 2008, vinho verde doc da quinta de carapeços – sociedade vitivinívola, lda.

Texto: Bento de Carvalho – Engeneiro Agrónomo

Quinta de carapeços Verde Espadeiro 2008 Vinho Verde DOC
Quinta de Carapeços

A Quinta de Carapeços – Sociedade Vitivinícola, Lda. pertence ao Dr. Miguel Abreu, localiza-se em Amarante, tem uma área de vinha de cerca de 20 hectares, possuindo as tradicionais castas brancas e tintas da região, além do Espadeiro.
O Quinta de Carapeços, vinho verde rosé Espadeiro 2008, Vinho Verde DOC, elaborado com a casta Espadeiro, 12,0% vol. álcool, apresenta-se com uma viva cor rosada, vermelho morango, límpido e brilhante, tem um nariz fino e elegante que mistura aromas florais (rosa), com notas frutadas de pequenos frutos vermelhos silvestres (morango, groselha), a boca é fresca, elegante, frutada, equilibrado de acidez, o final de boca evidencia frescura, juventude e vivacidade. Vinho moderno, alegre e atractivo.
89 PONTOS €5,00

Jorge Sousa Pinto produziu 6.400 garrafas deste agradável vinho, o PVP é de €5,00 e as garrafas podem ser adquiridas nas garrafeiras Augusto e Gaveto no Porto, e Coisas do Arco do Vinho, em Lisboa. Vamos apreciá-lo como aperitivo a uma temperatura de 9-11ºC ou a acompanhar uma gastronomia à base de massas, saladas ou carnes brancas.

Quinta da Alorna Vinho Branco 2008 Reserva Arinto/Chardonnay
Quinta da Alorna

A Quinta da Alorna foi fundada em 1723, é uma prestigiada quinta do Ribatejo, situada em Almeirim, pertence à família Lopo de Carvalho e tem grande tradição na produção de vinho.
Com uma superfície de 2800 hectares de terreno, tem uma área vitícola de cerca de 250 hectares, sendo aproximadamente 80% de castas tintas e 20% de castas brancas.
O Quinta da Alorna, vinho branco Arinto/Chardonnay 2008 Reserva Vinho Regional Ribatejano é um límpido e brilhante vinho com frescos tons citrinos que ressaltam a sua juventude, com 13,5% vol. álcool, tem limpos e intensos aromas frutados que conjugam a frescura e a juventude com o frutado e a madeira originando um conjunto de fina complexidade. Na boca a entrada é viva, envolvente, tem boa concentração, equilibrado, a madeira acompanha bem o vinho até final, que é vivo e persistente.
90 PONTOS €5,00

Nuno Cancela de Abreu e Marta Simões criaram 13.000 garrafas deste saboroso e expressivo vinho, e o PVP é de €5,00 a garrafa. Deve ser servido a uma temperatura de 10-12ºC e vamos apreciá-lo ao acompanhar um pregado au “mennier”.

Anúncios